fbpx
Fama & CelebridadesNews

Filha de brasileira, militar de Israel se destaca em operação em Brumadinho

Amit Levi é filha de uma brasileira e visita os avós no Brasil todos os anos.

Quando as redes sociais do exército de Israel publicaram a foto de uma bela jovem soldado olhando com respeito e amor para as duas bandeiras de Israel e Brasil coladas na farda, no braço esquerdo, os internautas ficaram encantados com a tenente Amit Levi, de apenas 21 anos, que faz parte da comitiva de 136 soldados israelenses que vieram a Brumadinho ajudar nas buscas das vítimas da tragédia do rompimento de barragem da empresa Vale, em Minas.

Mais tarde descobriu-se o porquê de tanto amor pelas duas bandeiras: A jovem é neta de brasileiros e fala português.

Ela vem ao Brasil todos os anos para visitar a família. Amit classifica esta passagem pelo país como “especial”.

“Foi muito emocionante descobrir que eu viria para o Brasil trabalhar em uma grande tragédia”, disse Amit ao UOL, em português. Ela aprendeu o idioma com a mãe, brasileira, e os avós.

“Todo ano, passo dois meses visitando meus avós e tios no Rio de Janeiro, é um lugar que amo muito. E agora estou aqui para ajudar. Para mim isso tem um sentimento muito especial”, afirmou Amit.

Brumadinho é o primeiro trabalho da militar em um grande desastre. Ela integra as equipes de busca e resgate e, nos últimos dois dias, trabalhou em meio a lama que vazou da barragem da mina do Córrego do Feijão.

Estar aqui nesse momento tão difícil deixa essa minha relação com o país ainda mais especial, me emociona”, afirmou.

Graças ao conhecimento operacional e à fluência no idioma, comanda um grupo de patrulhamento que tem entre 15 e 20 soldados.

“Ver tudo isso foi muito difícil, a lama destruiu tudo por onde passou. É bem difícil saber se alguém ainda tem chance de ter sobrevivido. Mas a gente tem que fazer tudo o que for possível para ajudar. Tem muitas famílias que estão esperando seus entes queridos”, disse Amit.

Ela passou a última terça-feira trabalhando na área onde, acredita-se, profissionais da Vale faziam sua pausa de almoço.

Soldado Amit Levi de Israel

“A gente anda na lama e procura com as próprias mãos, conta com o apoio de cachorros. Os equipamentos que trouxemos também ajudam na remoção de terra e cortam grandes estruturas, como a lataria de veículos ou paredes de casas”, explica a jovem.

 

 

COMENTÁRIOS

Tags

Comente aí!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Close