fbpx
News

Angelina Jolie é a beleza mais pedida nas clínicas de plásticas em SP

Angelina-Jolie-faace

A beleza mais pedida nos consultórios dos cirurgiões plásticos de São Paulo é a de Angelina Jolie. Os traços do rosto e as medidas do corpo da atriz norte-americana viraram referência para as pacientes, segundo uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional São Paulo (SBCP-SP), que revela que 68% dos médicos recebem esse tipo de pedido em suas consultas. Os lábios da atriz são o modelo mais pedido

VEJA TAMBÉM:

–> Dr. Hollywood diz que brasileira tem o corpo mais copiado no mundo
–> Bumbum brasileiro é o mais pedido nas clínicas estéticas dos EUA

Entretanto, a busca por traços e medidas muito diferentes pode indicar uma patologia, segundo o cirurgião plástico Fernando de Almeida Prado, presidente da SBCP-SP e idealizador da pesquisa.

“Quando o paciente tem uma ideia errada, olha no espelho e vê outra pessoa, começa a querer ter um nariz diferente e vai fazendo até ficar algo disforme, é caracterizada uma dismorfofobia”, explica o médico.

Segundo ele, a cirurgia plástica é capaz de transformar, mas nunca poderá criar uma nova pessoa. Assim, se o paciente insiste com uma demanda contraindicada, o caso deve ser acompanhado por um psiquiatra.

“O cirurgião deve ouvir os anseios do paciente, mas deve mostrar que cirurgia não é mágica. É preciso buscar a beleza nas características individuais das pessoas. Beleza é harmonia, saúde”, comenta.

Minas

Diferentemente de São Paulo, as demandas nos consultórios em Minas Gerais parecem acompanhar mais as características de beleza encorpada da brasileira, segundo o cirurgião plástico Antônio Carlos Vieira, presidente da SBCP – regional Minas Gerais.

“Em Minas, (as pacientes) pedem mais a questão do corpo escultural, principalmente a cirurgia de nádegas – que aumentou cerca de 400% nos últimos cinco anos”, afirma.

Segundo ele, a lipoescultura é a campeã no Brasil, que recentemente ultrapassou os Estados Unidos em procedimento estéticos. Os dados, referentes a 2013, apontaram que o país foi responsável por 1,49 milhão de cirurgias no ano passado, 12,9% do total mundial. Os EUA, que vinham na liderança, realizaram 12,5%.

Números

227,8 mil lipoaspirações foram feitas no Brasil no ano passado

226 mil cirurgias de aumento de mamas foram realizados

Fonte O TEMPO

assinatura-beatriz-marks

COMENTÁRIOS

Tags
Mostrar mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close