Evite o mal cheiro nas axilas!

O cuidado com as axilas deve ser diário. Quase todas as pessoas já passaram por situações desagradáveis consigo mesma ou com alguém que não estava com as axilas bem cuidadas.

Agora, saiba que a alteração no odor do corpo pode ter causa na alimentação e estresse. E comer alguns produtos em excesso, como cebola e alho, podem exalar algo não muito agradável pelo suor. Mas existe uma forma de controlar o famoso e malfalado cecê.

Antes de tudo, é preciso entender que o corpo humano tem dois tipos de glândulas sudoríparas, as écrinas e as apócrinas. As primeiras estão na pele e regulam a temperatura corporal. Funciona assim: se a temperatura do seu corpo aumenta, a écrina aumenta a produção de suor. Mas não é daí que vem aquele cheirinho.

Esse suor em questão é composto por água e sais minerais. Então, não tem cheiro. Já as apócrinas são as que estão presentes nas axilas, área genital, couro cabeludo e ao redor dos mamilos. Essas, sim, podem exalar algo não muito agradável, pois são compostas de água, restos celulares e do metabolismo. Inicialmente, as apócrinas também geram um suor sem odor. Mas em contato com as bactérias da pele ficam fortes. Esse odor mais, digamos assim, perceptível é chamado de bromidrose.

A dermatologista Miriam Sabino explica que há outros fatores para o cecê : “Há também outras condições que podem contribuir para o mau cheiro corporal, como alimentação, obesidade, má higiene pessoal, excesso de suor, ingestão excessiva de álcool ou alguns alimentos como cebola, alho e pimenta”.

E é aí que entram as dicas para evitar o cecê: os cuidados na alimentação. De acordo com Sabino, os inimigos do suor são produtos com enxofre, como alho e cebola.  Pessoas que não conseguem metabolizar os alimentos devem evitar grande quantidade de ovos, peixes, fígado, cebola, legumes e alho.

A dermatologista alerta que ainda há mais fatores que aumentam a quantidade de suor. “Qualquer sensação de medo ou ansiedade aumenta a produção das glândulas sudoríparas, liberam uma série de hormônios no sangue, que serão exalados junto com o suor, o que pode ser ou não perceptíveis”, ressalta.

Quer ficar cheirosa? Algumas dicas que você pode seguir para evitar o cecê:

  • Não descuide da higiene pessoal
  • Opte por sabonetes antissépticos e aos desodorantes antiperspirantes
  • Troque de roupas todos os dias
  • Evite as roupas de tecido sintético, especialmente as meias
  • Prefira os calçados abertos e fabricados com matérias-primas naturais aos fechados e produzidos com material sintético
  • Fuja da automedicação. Consulte um dermatologista para orientar o tratamento, se o odor da transpiração for inconveniente

Fonte: Yahoo

Moda & Feminices

 

COMENTE!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top